Pessoas com demência têm o mesmo direito à internação para COVID-19 que qualquer outra pessoa.

A equipe de saúde irá lhe perguntar sobre os seguintes sintomas antes de avaliar seu parente para determinar se deve ser internado:

  • febre (aferida com termômetro, sempre que possível), durante quantos dias;
  • presença de tosse e se há secreção;
  • falta de ar;
  • se a pessoa piora em alguma posição (por exemplo, deitada);
  • coriza (rinite aguda);
  • odinofagia (deglutição com dor);
  • congestão nasal;
  • diarreia e dor abdominal.

Não é permitido a presença de familiares de pacientes durante a internação hospitalar para tratamento da COVID-19. Essa é uma condição difícil para todos os pacientes e seus familiares, sendo um fator complicador significativo para pacientes com demência, a depender da fase da doença que se encontram.

Caso seja necessário internar um familiar por COVID-19, o responsável deverá ir ao hospital com o parente para responder às perguntas de rotina necessárias à internação.

Antes de ir, busque organizar os pertences e informações indicados abaixo, pois serão importantes para os futuros cuidados.

Mala para levar ao hospital (Cique aqui)

 

Autoria de

Elizabeth Joan Barham
Nicole Akemi Yamada
Camila Rafael Ferreira Campos
Carolina Perez Montenegro
Giovanna Melo Chavez Zambrana
Aline Cristina Martins Gratão

 

Revisão de conteúdo

Juliana M. Menegussi

 

Crédito da imagem: Royalty em Rawpixel

Veja também:

Envie suas dúvidas sobre Coronavírus ou COVID-19

Categoria: Idosos e COVID-19

Deixe um comentário